Educação Infantil

A Educação Infantil marca a entrada da criança no primeiro grupo social externo à família. No Colégio Azevedo Marques, essa inserção é acolhedora, cercada de cuidados que permitem a construção de nculos de confiança e afeto, promovendo o sentimento de segurança. Nossas ações visam a proporcionar a aquisição gradual da independência, para o cuidado próprio, para a realização das várias atividades e para a solução de conflitos. Essa capacidade de confiar em si e o fato de sentir-se aceita, ouvida, cuidada e respeitada oferecem à criança suporte para a formação da autoestima.

O planejamento da Educação Infantil é estruturado para que a criança potencialize suas capacidades e exercite sua maneira própria de pensar, de sentir e ser. Proporciona situações de ensino e de aprendizagem em que ela constrói sua identidade, em que é capaz de expressar seus sentimentos e suas ideias. A rotina vivida transmite segurança, devido à regularidade dos procedimentos, e contribui também para a construção da identidade, por meio das oportunidades de convivência que propicia. Os ambientes da escola são projetados para as crianças se sentirem acolhidas e protegidas e, ao mesmo tempo, seguras para ousar e vencer desafios.

Movimentar-se, com agilidade, energia e sensibilidade, abrir-se para o conhecimento e para o mundo, investigar, criar hiteses e conquistar a leitura e a escrita, pesquisar sobre os seres vivos, a natureza e seus fenômenos, os povos e as diferentes culturas, interagir, comunicar, conviver e respeitar seu bemestar e o de seus companheiros são habilidades trabalhadas em atividades intencionalmente planejadas para ser instigantes e desafiadoras.

O ato de brincar está presente em todas as atividades. Brincar expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades faz com que a criança desenvolva a imaginação e a percepção. Por meio de jogos, de brincadeiras com regras e do faz de conta, ela se apropria da realidade a seu redor, experimenta o mundo, atribuindolhe significado, e vai formando juízos sobre as pessoas, os sentimentos e o universo de conhecimento à sua volta.

As rodas de conversa são um momento privilegiado em que as crianças podem mostrar-se como são e expressar seus sentimentos, vidas e hiteses. Nas rodas, as atividades da escola são apresentadas, e as regras, construídas e cumpridas por todos.

O trabalho com a construção do código escrito da Língua Portuguesa visa mais que alfabetizar: o objetivo maior é introduzir a criança no mundo das letras, da cultura. Enfatiza-se que ler e escrever são importantes meios de expressão. Apropriandose gradativamente da leitura e da escrita e usandoas de forma significativa nas suas relações com o mundo, o aluno está apto a buscar novos conhecimentos.

Ao trabalhar com as linguagens artísticas, as crianças desenvolvem habilidades específicas. Aprendem a lidar com diversos materiais, ferramentas e instrumentos e com os elementos constitutivos de cada uma destas linguagens: sons e silêncios na música, texturas, cores, formas e volumes nas artes visuais, gestos, movimentos e pausas, na dança. À medida que passam a dominar técnicas que lhes possibilitem manejar esses elementos para expressar suas ideias, ou mesmo para compreender as ideias de outros, ficam mais confiantes.

A música possibilita à criança expressar, com seu corpo e sua voz, aquilo que sente em seu íntimo. Brincadeiras com ritmos e sons ajudamna a experimentar e criar, duas atitudes necessárias para que a criança cresça com uma personalidade própria, expressandose de forma individual, rica e criativa. Ao imitar o canto dos pássaros, o barulho de uma máquina ou sons existentes na natureza, ela demonstra que descobriu seus próprios poderes. Ao inventar ritmos diferentes, usando diversos materiais, demonstra como es seu desenvolvimento, em comparação às primeiras experiências que viveu.